domingo, 29 de março de 2009

DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS DO HOMEM, DOS ANIMAIS E DAS PLANTAS

Considerando que nenhuma espécie viva dispõe de direitos próprios sobre outras espécies, é possivel pensar-se numa declaração deste género:

ARTIGO-1º- Os homens, os animais e as plantas gozam de igualdade de direitos e de privilégios da comunidade viva.

ARTIGO-2º- Os homens, os peixes e as algas dos rios têm direito a uma água limpa, livre de poluições

ARTIGO-3º- Os homens, os pássaros, os insectos e as plantas têm direito a um ar puro, livre de poluições.

ARTIGO-4º- Os homens, os animais e as plantas têm direito a uma terra limpa, livre de poluições

ARTIGO-5º- As florestas são um bem comum às especies vivas; nenhuma espécie viva tem o direito de as destruir e deixar que o deserto se instale no seu lugar.

ARTIGO-6º- Nenhuma espécie viva tem o direito de torturar qualquer outra espécie, quer seja por prazer, divertimento ou sob um outro qualquer pretexto cientifico.

ARTIGO-7º Cada espécie viva, homem ,animal ou planta , tem o direito a gozar dos equilibrios vitais, tal como lhe foram legados pela evolução.
Nenhuma espécie viva tem o direito de modificar química e irreversivelmente um biótipo.

ARTIGO-8º- Cada espécie viva tem direito a gozar da sua liberdade.
A nenhuma espécie viva e concedido o direito de capturar qualquer outra espécie para seu próprio divertimento...

ARTIGO-9º-Cada espécie viva tem direito à existência, e a nenhuma espécie viva é concedido o direito de levar uma outra espécie à extinção.

ARTIGO-10º- Os animais são os proprietários da sua pele, dos seus dentes ou dos seus chifres e não podem ser mortos tendo em vista a sua exploração.



Cabe-vos imaginar o que se poderá seguir. Estes eventuais direitos do ser vivo não constituem um novo código natural, mas podem incitar a uma reflexão arrojada que escape à posição antropocêntrica, quer dizer , com o Homem no centro ou no vértice da Natureza. A sua mais nobre superioridade está em aprender a não se aproveitar dela para aviltar as outras espécies vivas.

Alain Hervé, Obrigado terra (1989)

18 comentários:

  1. Alexa,

    vim retribuir a visita ao meu cantinho...e logo encontro aqui uma Razão imensa para voltar!!!!
    Direitos, sim!!!! de todos os seres vivos e respeito por todo o PLANETA!!!!

    UM BOM DIA DE SOL!!!!

    ResponderEliminar
  2. Os Direitos Universais dos Seres Vivos.

    E então os outros?

    Os (aparentemente) inertes?

    Bjs

    ResponderEliminar
  3. Bela escolha, amiga. Oxalá façamos aprovar este código! :) Boa semana!

    ResponderEliminar
  4. Nunca é demais espevitar a mente humana para evitar a destruição do planeta.

    Beijocas e um bom dia

    ResponderEliminar
  5. Alexa
    Este é um grito da terra e da sua harmonia. É um dever cívico lembrar o respeito que é devido ao planeta.

    Belíssimo post.


    Abraço

    ResponderEliminar
  6. Bom texto gostei de ler.

    A que respeitar os direitos.
    beijocas

    ResponderEliminar
  7. Alexa,

    Que bom seria se esses direitos TODOS fossem respeitados não é? Mas cabe a nós não nos conformarmos com o desrespeito. E haveremos de construir um mundo melhor.

    MUITO OBRIGADA pelas lindas palavras que você deixou há pouco no blog de Flavia. Também gosto muito de Eugénio de Andrade.

    Beijos!

    ResponderEliminar
  8. Subscrevo a sua proposta

    Eugénio sempre

    ResponderEliminar
  9. Obrigado pelo seu comentário no meu blog.

    Cumprimentos.

    ResponderEliminar
  10. Cada espécife viva tem a sua forma de inteligência e todas devem ser respeitadas

    ResponderEliminar
  11. Alexa... Acompanho-te nesse teu grito. Deixa-me gritar contigo! Será que seremos ouvidos?


    Um beijo!

    ResponderEliminar
  12. Se cada um soubesse respeitar os seres que nos rodeiam o mundo seria justo. Os humanos, são humanos e falíveis, mas nada os impede de melhorar.
    Abraço do Zé

    ResponderEliminar
  13. Sempre actual.
    Boa semana e Páscoa Feliz.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  14. Olá Alexandrina!

    Venho agradecer a tua visita e as bonitas palavras que deixaste nos meus "pequenos detalhes". Serás sempre bem vinda!

    Conheço bem este livro, li-o e ofereci-o ao meu filho há uns anos atrás, infelizmente acho que fui eu quem mais aprendeu ao lê-lo!

    Um beijinho

    ResponderEliminar
  15. não é permitido cotarem arvores
    não é bom crtar as arvores só por causa de
    dinheiro

    ResponderEliminar